Loading...
 

Procurando Cindy...

A Cindy fugiu neste final-de-semana. Já a encontramos! :-)


Passamos um final de semana excelente em Rio Grande da Serra.
Depois de mudar para o Riacho Grande, ficamos um tempo sem ir no Sítio dos meus pais, um pouco por causa da casa do Riacho necessitando cuidados, mas principalmente pra cuidar dos nossos cães e calopsitas.
Com o passar do tempo, fomos ganhando confiança em passar 2 dias fora. Os cães comem pouco e se divertem muito entre si, e arrumamos um lugar "tri" para as Calopsitas, sob o telhado do poço artesiano.

Pois bem, neste final-de-semana uma Quaresmeira morta caiu sobre a cerca, e derrubou a cerca bem próximo à represa.
A Cindy, nossa Pastor Alemão aventureira e destemida, saiu pra Represa. confused
Nós não estávamos lá, mas ao chegar à noite imediatamente percebemos que a Cindy não estava.
Eu e Elidia de shorts e camiseta, lanternas na mão, e muita coragem na busca de nossa amada companheira. Apesar das 3 picadas de Aranha até hoje, não medi esforços e me enfiem em todos os cantos que a Cindy gosta de passar, sem enxergar praticamente nada.
Depois de 1h de busca em casa, nada da Cindy.
Soltei o Karoz, nosso outro Pastor Alemão menos aventureiro mas muito corajoso, na represa pra ver se achava a Cindy. Ele correu até um ponto e depois voltou.
Saímos de carro, gritando o nome dela em todas as direções. Fomos até a Balsa, depois até o Centro, e depois rodamos quase todas as ruas do Jd. Tupã. Nada da Cindy.

Passei no Posto Policial pra avisar da cadela desaparecida. Um policial prontamente me perguntou quando pagávamos de recompensa... :-(

Eram 2h30 da manhã e resolvemos encerrar as buscas e fazer a divulgação. Preparamos mensagem pro Facebook, Twitter, Orkut, cartaz para impressão e panfletos. Seriam 50 cartazes e 1000 panfletos, basicamente assim:

O plano de busca ia muito além, com:

  • Divulgação nos fóruns de Pastor Alemão
  • Contato com os veterinários
  • Contato com criadores
  • Anúncio no Jornal da Balsa e Diário do Grande ABC


Hoje pela manhã foram mais buscas. Corri com o Karoz pela represa, que refez o mesmo caminho da noite até o mesmo ponto, o que me leva a crer que ele estava seguindo o rastro da Cindy. Terminava em um córrego de esgoto... :-(

Atravessamos o córrego e corremos pela praia, falamos com pescadores, entremos em um Clube. Nada da Cindy...

Voltando pra casa, saímos em direção à gráfica quando, no primeiro ponto de ônibus perto de casa, avistamos a Cindy dormindo embaixo do banco. :-)

Havíamos passado lá várias vezes. Ela não estava lá de madrugada!

Então um pessoal chegou no ponto e disse que ontem à noite ela os seguiu até em casa, dormiu em frente ao portão, e hoje pela manhã saiu.

Acho que, ao reconhecer o ponto de ônibus mas ainda sem reconhecer o caminho pra casa, ficou por lá, talvez na esperança de ser encontrada.

Ela fez uma festa daquelas ao nos ver. E estava cheirando esgoto puro!!!

Agora está no Hotel Riacho Grande tomando banho, assim como o Karoz que comigo atravessou o córrego de esgoto em busca da nossa querida lobinha.

Está tudo bem agora. Uma história pra nunca mais esquecermos!

:-)